Fiquei bastante sumido durante as duas últimas semanas. Estou me dedicando em adaptar alguns projetos para o Django 1.0, versão muito esperada que foi lançada recentemente. Por serem projetos de produção, optei por sempre respeitar e seguir as versões estáveis do Django, mesmo sabendo que existe um comprometimento grande por parte dos desenvolvedores em relação a estabilidade e segurança das versões em SVN. Em laboratório, mantenho as duas versões (a estável e a SVN, utilizada para testar novas features e avaliar as melhorias).

O bom de fazer essa atualização de código é aproveitar a oportunidade e colocar em prática um ‘code refactoring‘, otimizando as aplicações e aproveitando a oportunidade para corrigir bugs e padronizar diversas funções.

O Django 1.0 tem várias novidades e muda muita coisa em relação ao 0.96, por isso nem sempre um código feito para a versão 0.96 vai funcionar de primeira na 1.0, mas a adaptação vale a pena, pois a nova versão está sensacional. Como eu já estava acompanhando as evoluções através do SVN, a migração não está sendo difícil porque já sei tudo que mudou, mas no meu caso é demorada porque diversos pontos das aplicações que mantenho são complexas e dependem de outras aplicações externas. A integração precisa ser muito bem testada e depurada antes de subir para produção e esse processo toma muito tempo e exige total dedicação.

Por este e outros motivos, talvez fique um pouco ausente das listas e participação na comunidade durante as próximas semanas. Tenho muito trabalho pela frente, mas estou muito satisfeito por ter escolhido o Django como ferramenta de trabalho. O dia a dia está me provando o quanto esse framework é poderoso.