latinoware2014Como já informei no post anterior, participei da Latinoware 2014 com três palestras na grade: Big Data, MongoDB Schema Design e Grafos. Todas as palestras estavam lotadas e quero agradecer muito a participação de todos. Segue meu breve relato sobre o evento, sobre a abordagem desses três temas, assim como alguns feedbacks recebidos do público.

A Latinoware

O evento é sempre muito bem organizado e o espaço — no Parque Tecnológico de Itaipu, dentro da própria hidroelétrica — é excelente. Segundo dados da organização, cerca de 4.200 pessoas participaram dos 3 dias de evento. Este é o terceiro ano em que participo como palestrante e sempre fico bastante surpreso com a grande quantidade de estudantes (muitos paraguaios e argentinos) e com a alta qualidade das palestras. É muito conhecimento para apenas 3 dias de evento.

Confesso que não assisti muitas palestras, mas quero destacar a que me chamou mais atenção foi a entitulada Forense em memória com volatility, LiME e outras ferramentas, do grande Eriberto Mota. Claro que houveram diversas outras palestras interessantes, mas essa me fez lembrar dos tempos em que eu atuava mais em infra-estrutura e segurança da informação. Bons tempos!

A palestra de Big Data

O assunto chama muito a atenção e a sala ficou lotada. Coloquei o público a refletir sobre a quantidade de informações que são geradas a cada segundo, inclusive fazendo a pergunta: “Quantos bytes de informação você já gerou em toda sua vida?“. Quando estamos gerando informações e postando em redes sociais, alguém está analisando tudo isso em busca de padrões, comportamentos e como aproveitar melhor esse potencial para diversas finalidades (vender mais anúncios, fazer recomendação de produtos, etc). Também mostrei como o Big Data pode ser útil para empresas. Por último, mostrei o caminho das pedras para quem quer se iniciar nesse mundo, estudando Hadoop e criando facilmente um ambiente completo em seu computador. O público participou com muitas perguntas e depois horas de conversas de corredor. Isso mostra que o assunto está realmente bombando!

A palestra de Schema Design – MongoDB

Outra palestra com a sala cheia foi a de schema design. Percebi que muita gente já tinha ouvido falar de MongoDB, mas nunca tinha utilizado. Comecei a palestra com uma breve introdução ao MongoDB e depois mostrando métodos e boas práticas para fazer o schema design corretamente, deixando vícios relacionais de lado e evitando caminhos que causam problemas futuros e engessam uma aplicação. Também foi uma palestra com muita participação de público e conversas de corredor depois.

Palestra de Grafos

Sempre me solicitaram falar sobre grafos e percebi que ainda existe muitos mitos a respeito desse assunto. Como grafos está fazendo parte dos meus trabalhos, resolvi investir no assunto e criar uma palestra — a minha primeira  —

Comecei com uma breve introdução ao conceito de grafos, depois mostrei 3 diferentes bancos de dados não relacionais que suportam persistência em grafos: ArangoDB, OrientDB e Neo4J. Dei alguns exemplos de uso e mostrei um pouco de cada banco, com atenção ao ArangoDB que é o banco em que estou fazendo diversos testes e uma POC, sendo o que tenho mais domínio entre os três. A recepção foi muito boa e também gerou inúmeras perguntas. Percebe-se muitos mitos sobre grafos e muitos acreditam que serve apenas para redes sociais, o que não é verdade.

Mais um evento bacana e falando sobre o que mais gosto: NoSQL e desenvolvimento. Os slides das três palestras estão disponíveis aqui.