Trabalhar em um home office tem muitas vantagens e desvantagens. Em uma cidade como São Paulo, a maior vantagem é o fato de não enfrentar o trânsito ou o sistema de transporte que está sempre lotado e ineficiente para atender uma cidade deste porte. A desvantagem é o fato de estar isolado em algum local dentro de casa, sentir falta de contato humano e isso poder causar alguma improdutividade. Além disso, não é nada agradável receber clientes na própria casa, concorda?

Em muitos casos eu costumo pegar o notebook e ir até alguma cafeteria como a Starbucks ou Fran’s café. Esses locais oferecem mesas confortáveis, além de ser um ótimo ponto de encontro com clientes ou parceiros de trabalho. Mas também tem desvantagens, como compartilhar o ambiente com outras pessoas e correr o risco de sentar um orelhudo em uma mesa próxima e ficar ouvindo todo aquele seu plano de negócios genial, que você demorou dias para elaborar.

Tenho lido em vários blogs no exterior uma outra forma de trabalho chamada Coworking. Fiquei muito feliz em saber que aqui em São Paulo tem um escritório de Coworking e fica bem localizado no bairro de Pinheiros, próximo da Av. Rebouças e Faria Lima. O Wikipedia resume muito bem o que é Coworking:

Coworking é uma tendência mundial para um novo padrão de trabalho.

Os profissionais autônomos, quem trabalha em casa e quem viaja muito a trabalho sofrem de um mal comum: o isolamento. Coworking é união de um grupo de pessoas que continuam trabalhando independentes umas das outras, mas compartilham valores e buscam a sinergia que acontece quando pessoas talentosas dividem o mesmo espaço, gerando um fluxo de troca de idéias e experiências.

Grande parte dos espaços de coworking foram fundados por empreendedores “nômades” de tecnologia, que buscavam locais de trabalho alternativos aos cafés e às suas próprias casas.

Incubadoras de startups, centros de negócios ou escritórios virtuais não se encaixam no modelo de coworking, pois lhes faltam os principais aspectos: o social, o colaborativo e o informal. As práticas de conduta do coworking fazem com que ele se aproxime mais ao modelo das cooperativas, onde o foco não está apenas no lucro, mas também na sociedade.” Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Coworking

Bacana, né? É um espaço compartilhado com outras pessoas que trabalham como você: em home office, mas não aguentam mais o isolamento. O mais interessante é a possibilidade de encontrar possíveis parceiros de trabalho em um ambiente como este. E não tem toda aquela bagunça e barulho que se encontra em cafés.

Aqui em São Paulo, o Pto de Contato oferece ambiente de coworking. Você contrata um plano que dá o direito de um número X de horas por mês. Exemplo, o menor plano é o de 12 horas e custa R$ 99,00 por mês. Este plano permite que você tenha sua mesa no local, utilização de internet wireless, impressora multifuncional, divulgação do endereço e telefone em seu cartão de visita, café, água e guloseimas. Você pode utilizar essas 12h por mês como desejar, dividindo da forma que for mais conveniente. Além disso, o local oferece sala de reunião (que é alugada à parte e custa R$ 15,00/hora para clientes de algum plano) e pode ser uma excelente alternativa para receber clientes.

Você pode também contratar apenas o plano contato, que custa R$ 49,00 por mês e assim poderá divulgar o endereço em seu cartão de visitas e receber correspondências, assim como alugar a sala de reunião a R$ 15,00/hora quando precisar receber algum cliente.

Pensando bem, não é um investimento caro. Contratando um plano de 12h a R$ 99,00 por mês, o valor da hora fica em R$ 8,25. Considerando que uma ida a uma cafeteria como a Starbucks, você certamente terá consumo de café, doces, salgadinhos, o gasto médio fica R$ 20,00. Além disso no ambiente de coworking, você terá a possibilidade de fazer novos contatos. É uma ideia a ser analisada.

Mais informações:
Pto de Contato
Rua Fradique Coutinho, 137 (Pinheiros)
Fone: (11) 3063-2049
Site: http://ptodecontato.com.br
Blog: http://ptodecontato.com.br/blog/
Twitter: @ptodecontato