Estou a uma semana com o plano de banda larga da Claro,  adquirido com o modem ZTE MF622 (neste outro post fiz um pequeno tutorial explicando como configurá-lo no Ubuntu). Depois de uma semana de uso estou aqui escrevendo (a pedido de alguns amigos) um pequeno relato sobre o serviço da operadora.

O primeiro dia praticamente foi perdido para configurá-lo corretamente no Ubuntu, testei diversos tutoriais encontrados na internet e cada um explicava de forma diferente como fazer o modem funcionar. Não resolveu meu problema de primeira, mas serviu para conhecer melhor o modem e a tecnologia até que encontrei a receita que deu certo, tirando um pouquinho de um e de outros.

Quando consegui estabelecer a primeira conexão foi uma festa. Abri o Firefox e comecei a navegar nos primeiros sites utilizando a conexão 3G. Fiz um teste de velocidade e percebi que não estava utilizando próximo de 10% da velocidade contratada, o que foi comprovado quando resolvi dar um wget de um ISO do Ubuntu. A taxa de download estava em 23Kb/s. Bom, ter uma conexão assim é melhor que nada.

Não liguei para o suporte da Claro porque tinha certeza que não dariam suporte ao GNU/Linux, então resolvi pesquisar muito na internet e encontrei diversas “receitas” que prometiam uma melhora na conexão. Muitas estavam vinculadas às configurações do discador e muita, mas muita gente reclamando de instabilidade. Na minha casa quando a conexão é estabelecida, o acesso fica excelente por uns 5 minutos, logo depois começava a instabilidade chegando ao ponto de não navegar nem pingar IP algum.

Resolvi fazer um teste em outro local. Fui até uma Starbucks próxima a Avenida Paulista e chegando lá, a grande surpresa: a conexão estava excelente. Fiquei conectado por quase 3 horas sem nenhuma instabilidade. Os downloads eram feitos a taxas que variavam entre 100 e 180Kb/s e sem latência alguma. Um pouco antes de ir embora o sinal simplesmente sumiu. Olhei no meu celular e percebi que também estava sem sinal. Concluí que poderia ser algum problema com as ERBs (Estações de Rádio Base) que faziam a triangulação da área em que estava conectado. Como já estava tarde, desisti de tentar reconectar e fui embora.

Conclusão

A qualidade do serviço ainda está variando bastante, depende muito das ERBs em que o usário está conectado. Infelizmente na minha casa não tenho sorte de ter uma boa conexão e detalhe é que moro em uma região central.

Dicas para usuários de Ubuntu (e outras distribuições)

  • Utilize o OpenDNS como servidores de DNS primário e secundário. Notei que o DNS da Claro é bastante instável e não resolveu corretamente alguns endereços.
  • Se você desejar medir o sinal de sua conexão e ver outras informações do modem USB, utilize a ferramenta comgt. Não existe pacote disponível para Ubuntu, então basta baixar o fonte e compilar. Com essa ferramenta é possível obter várias informações, como o status da conexão, a rede em que está conectado no momento e a velocidade. Depois de instalada, digite comgt help para ver todas as opções disponíveis.