Sacro Imperio de Reuniao

Micronacionalismo é um hobby que tem como objetivo a criação de países, reinos ou estados virtuais. Possui estrutura administrativa semelhante a países de verdade, como presidentes, ministros, conselheiros, mas a micronação não existe fisicamente, muito menos possui territórios ou localidades.

O avanço da internet facilitou muito o crescimento desse hobby, hoje em dia é possível encontrar centenas de micronações com as mais diversas características. Qualquer pessoa pode ser cidadão de alguma micronação, basta para isso expressar seu desejo de se juntar a esse país virtual.

Uma das micronações mais conhecidas no Brasil é o Sacro Império de Reunião. A descrição em seu site explica bem o conceito de micronação, assim como os objetivos de Reunião:

O Sacro Império de Reunião é micropaís, e faz parte do Mundo das Micronações (Micronations), chamado por alguns de “micromundo” ou “mundo micronacional”. É um “país modelo”, uma nação onde a opinião de cada um tem peso, devido ao diminuto número de cidadãos (Hoje em torno de 130). Reunião é um país real na internet; ou seja, uma simulação de política e sociedade. Como existe o “aeromodelismo”, o “automodelismo”, também há o ” país-modelismo”, que convencionou-se chamar de “micronacionalismo”. Da mesma forma que os dois primeiros, o país-modelismo é um hobby muito interessante; em menor escala, traz tudo que um país real, como Angola, Brasil ou Portugal, possui (à exceção dos impostos!). Temos jornais, centros de astronomia e ensino, empresas, cidades… Tudo mesmo que uma nação de verdade possui; mas tem uma vantagem ! Aqui, cada membro é uma pessoa pública; tudo que escreve e diz é ouvido e levado em consideração por todos os demais súditos (cidadãos), através da lista de mensagens (e-mails) oficial do país, cujo nome é C.H.A.N.D.O.N..

Para se juntar a uma micronação é necessário estar disposto a seguir as normas definidas pelo presidente. Você pode se juntar como um cidadão normal, ou seja, fazer parte da população ou se candidatar a algum cargo público, como ministro, secretário, rei, presidente, etc. Os cargos públicos variam muito de acordo com a característica de cada micronação.

A grande vantagem de se tornar um cidadão é poder participar de uma sociedade virtual, ou seja, você pode ter algum cargo público, vai assumir responsabilidades, vai aprender a lidar com diferentes opiniões e até mesmo manifestações, cada micronação possui uma ideologia própria de governo, mas pode possuir candidatos com ideologias diferentes e diferentes propostas de governo. A população pode votar democraticamente.

Na maioria das micronações, você não precisa pagar nada para se juntar. No caso de Reunião, para se juntar basta preencher o formulário no site e a proposta de cidadão será analisada pelo Ministério do Turismo e Imigração. Muitas micronações não aceitam dupla cidadania, ou seja, você deverá escolher apenas uma. Existe uma lista bastante completa de micronações aqui.

Quem faz parte de micronação afirma que não é um jogo. É um grande hobby e muita gente leva a sério, dedica várias horas semanais ao bom andamento de seu país. Quem é fã de jogos como Civilization, Warcraft e outros que simulam cidades ou países, vai gostar muito de se juntar a um país.

Para obter mais detalhes sobre as micronações e se tornar cidadão de alguma, visite os links abaixo:

Lista de micronações

Mensagem de sua Sacra Majestade Imperial de Reunião.

Esse post faz parte da Blogagem Inédita.